Nascimento das gêmeas

O nascimento de Artemísia e Sophie Gêmeas, filhas de Katherine D. Lancastter e de Ares M. Van Rousset , deixou muitos curiosos, a final, o que houve antes e após o parto.
As perguntas feitas para os dois foram uma entrevista baseada na outra.Ao perguntar a Ares Como foi quando Katherine lhe contou que estava gravida?
Ele afirma que foi uma inegavel surpresa,além disso, ele fez uma pequena mençao engraçada dizendo que são poucos os que esperam acordar na manhã seguinte e ter uma notícia dessas anexada ao cronograma do dia, sobre o que ele sentiu quando soube, ele alga ter ficado  feliz e satisfeito.
Em minha entrevisa com Katherine, ela afirma que Ares tenha ficado preocupado em nao ser um bom pai, mas tambem, quen nao ficaria?
Perguntei a eles sobre o parto, no caso de Ares, como ele estava a se sentir, quem avisou ele sobre o parto, como havia sido pra ele em seu ponto de vistam eu obtive como resposta: "Um leão marinho me avisou. Claro, era o patrono da senhorita Megan Fell Lightwood. Graças à isso, consegui chegar a tempo de presenciar o parto. Durante o procedimento, senti uma aceleração incomum dos meus batimentos cardíacos, estava nervoso e ansioso, preocupado se tudo correria realmente bem, afinal, se tratava de gêmeas. Mas, felizmente, tudo ocorreu perfeitamente bem e as pequenas nasceram completamente saudáveis."
Perguntei tambem se ele e ela ficaram surpresos com o nascimento de gemeas a respota de Katherine foi simples e objetiva, já que os Lancastter's tem gemeos, e que ela ficou muito feliz em ter recebido dois anjinhos em sua vida.Ares, respondera perguntei de como tem sido a vida de pai: "Uma segunda surpresa após a notícia da própria gravidez. Nem em meus maiores devaneios conseguiria imaginar-me sendo pai de primeira viagem de gêmeas." e "Cuidar das minhas filhas à distância, todavia, prefiro que seja assim. Elas ficarão melhor com a mãe, o que não quer dizer que eu vá ser um pai ausente. Jamais abandonaria minhas filhas assim, não sou nem de longe esse tipo patético de homem. "



Perguntei a Katherine alem de como ela se sentia, perguntei a ela se ela estava preocupada com algo, coisa e tal.
"Bom antes de dar a luz tive vários alarmes falsos, as meninas nasceram num dia de consulta quando finalmente saberíamos se eram duas meninas ou dois meninos ou quem sabe um casal. Minha preocupação era conseguir me manter forte até o final do processo de parto, pois teima falhar. Tive o Ares ao meu lado."Quanto á escolha dos nomes, segundo Ares, foram feitas por Katherine, nomes que ele queria ecolocar, porem achou os nomea atuais bem bonito.até, já se soltoara:
"Artemísia e Sophie, são os nomes escolhidos. Sophie foi escolha do Ares e Artemísia foi minha escolha para homenagear minha irmã mais velha."
Aquela pergunta que nunca se pode faltar entre as mulheres: Qual o pior desafio da vida de mae?
"As meninas são calmas graças aos céus, mas o grande desafio é acordar de madrugada e dar de mama porque por vezes elas estão dormindo e não querem acordar."


Foi feita a seguinte pergunta para os dois: Quais são as suas pretensões para formar uma família efetivamente agora?Voces pretendem se casar logo, vão esperar suas filhas crescerem?Pois pelo o que sei voces são namorados,certo?
As respostas foram: (roxo-Ares/ Rosa Katherine)
"Sem pretensões. O namoro terminou." 
"Eu e o Ares nos separamos, logo resolvemos que as meninas ficarão comigo e ele terá plena liberdade de visita-las e ficar com elas. Quando as meninas completarem um ano eu e elas mudaremos da mansão Lancastter e iremos morar nos EUA ou na Alemanha, apenas preciso ver qual local será melhor. Não pretendo abandonar o Profeta e também não as deixarem longe do pai e das nossas famílias."
Bom, deixei a entrevista um tanto dinamica, espero que tenham gostado e entendido, caso alguma coisa, entre em contato comigo, agradecida, Kat^^


Share on Google Plus

About Dianna K. Van Rousset

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários :

Postar um comentário