Entrevista com Lilith e Mikaelly



Há alguns dias, durante uma tentativa de invasão à prisão de Azkaban, duas mulheres envolvidas no caso foram presas. Lilith e Mikaelly, que segundo informações são respectivamente comensal da morte e mercenária, estão na Prisão de Azkaban, e a equipe do Profeta Diário foi até elas para uma breve entrevista.

PD: Para começarmos, fontes de informações nos disseram que você, Srta. Lilith é uma comensal, e você, Srta. Mikaelly, uma mercenária. O que as fez escolher ser comensal, senhorita Lilith? Foi talvez o desgosto pelo governo que temos ou o simples desejo por fazer as coisas a sua própria maneira? Quanto a você, senhorita, Mikaelly, porque a carreira de Mercenária foi a escolhida por você?

Lilith: Comensal? Não sou uma comensal! Não acredito que as pessoas estão pensando que sou uma comensal! Eu realmente estou me sentindo ofendida. Como é possível que as pessoas estejam tão enganadas sobre quem sou? Eu realmente espero que percebam rápido.

Mikaelly: Mas eu não sou uma mercenária. Nunca faria isso. Sou mercadora. Acho que lhe informaram errado.
(A imagem mostra Lilith, acusada de ser comensal da morte)


PD: As informações que recebemos, no entanto, vieram de fontes seguras. Não se arrependem de terem escolhido este caminho? De terem que viver com cautela, fugindo das autoridades e correr o risco de vir parar em Azkaban?

Lilith: A comida daqui é horrível e a cama é dura. Mas eu não escolhi esse caminho! Eu escolhi o caminho do bem! Eu nunca faria o que fiz naquela noite por vontade própria, eu não sou desse jeito, senhorita Lightwood, eu não sei o que aconteceu.

Mikaelly: permaneceu indiferente quanto à pergunta.


PD: Há algum tempo, senhoritas, muitos presos eram capazes de fugir de Azkaban, principalmente em tempos difíceis ao Ministério. Agora, no entanto, principalmente depois do ataque, a segurança foi melhorada e conta com daedaris mais treinados e aurores sob um novo comando, que vem se mostrando muito competente. Têm algo a dizer a respeito da segurança reforçada da prisão?

Lilith: Eu acho que o povo deveria se sentir orgulhoso de seu ministério que faz de tudo para que todos fiquem em total segurança. Mas não sou malvada, nem faço parte das trevas, vocês precisam entender que pegaram as mulheres erradas, faremos de tudo para mostrar que somos inocentes, não é mesmo?

Mikaelly: (apenas assente com a cabeça)


PD: Seu julgamento está prestes a acontecer. O que esperam dele? O que acreditam que o Ministério reserva para vocês?

Lilith: Eu realmente espero que eles percebam que somos inocentes, pois é o que realmente somos.Não somos o que vocês acham. Eu não sei o que fizeram para que aceitássemos participar daquilo que ocorreu aquela noite,e para falar a verdade, não me lembro de quase nada

Mikaelly: Ele vão perceber que somos inocentes.

PD: Para encerrar, o governo atual mantêm-se em pé, mas com as pernas bambas e fraquejando. Em suas opiniões, qual é o futuro do Ministério da Magia?

Lilith: Não sei o que o ministério nos reserva, isso é uma coisa que só saberemos hoje. O ministério está fazendo seu melhor, tem boas chances de vencer isso, eles têm total apoio meu.

Mikaelly: -

(Na foto, Mikaelly, acusada de ser mercenária enxuga as lágrimas caídas durante a entrevista)

Durante toda a entrevista, ambas as entrevistadas estiveram em um estado de negação a respeito de tudo o que aconteceu, e responderam as perguntas entre lágrimas e soluços.
Cabe agora, a cada um de nós, interpretarmos estas respostas e tirarmos as conclusões que mais nos convém. Esperemos que o julgamento das senhoritas Lilith e Mikaelly possa esclarecer quaisquer dúvidas e que a justiça seja feita.



Share on Google Plus

About Emma Fell Lightwood

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários :

Postar um comentário